Seja bem-vindo(a), Faça login

Quem Somos

Seja bem vindo(a) ao

Atelier virtual do artista plástico Alberto Farah

De pai italiano e mãe grega de descendência austríaca, Alberto Farah nasceu no Egito, onde foi educado em colégios franceses. Desde criança desenvolveu seus dons artísticos com desenho, pintura, gravura, escultura e poesia.

   

Em 1957 veio para o Brasil, dedicando-se à decoração de vitrines com esculturas de papel, passando para a decoração de interiores, projetos de móveis e instalações comerciais e finalmente artes gráficas.

   

Em 1967 inovou as artes plásticas com o emprego de resinas de poliéster para pintura e escultura e no lugar da tela tradicional utilizava como suporte o "Cartão-tela", por ele inventado nesta época. Aboliu de vez o uso das tintas e telas tradicionais.

   

Com esta técnica, recebeu respostas favoráveis de críticos de arte como Quirino da Silva e Mário Schoemberg. Em 1969 veio a aceitação também por parte do público. Desde então, o artista utiliza a técnica, seja para esculturas, baixos-relevos, pinturas em relevo, máscaras, mosaicos e vitrais, além de peças para brindes e decoração.

   

Criou o cartão de votos personalizado, à bico de pena, bastante divulgado por empresas e órgãos públicos.

   

Em 1977 montou o seu atelier, aberto ao público, em Itanhaém.

É nesta pequena cidade do litoral, muito bem denominada "a namorada do Sol" que o artista, autodidata, buscou a inspiração para novas séries de trabalhos.

Residiu alguns anos em Poços de Caldas, onde elaborou vários guias para turismo.

Em 1994 voltou para Itanhaém, onde reside atualmente e tem se dedicado a escrever vários livros, de arte, filosofia, ficção e culinária, inclusive um livro técnico em que transmite seus conhecimentos e técnicas utilizadas no uso da resina de poliéster para as artes plásticas e o artesanato.

Em 2012 tornou-se membro da Academia Itanhaense de Letras, motivo pelo qual acabou criando o “Jardim das Lendas Brasileiras”, como incentivo à cultura. Juntamente com sua esposa Fanny, ilustrou 33 lendas brasileiras com mais de 70 esculturas em resina e fibra de vidro, abertas ao público gratuitamente nos finais de semana.